Automação de Processos | Como atingir a eficiência operacional?

Digitais: Automação de processos

Eficiência operacional para alavancar o capital humano

A Automação de processos é uma abordagem pragmática e não intrusiva para resolver gargalos de produtividade, ineficiências, instabilidade na qualidade, erros, perdas de oportunidade e outros problemas que no final do dia comprometem os resultados, a motivação das pessoas e a satisfação dos clientes. As soluções de Automação de processos da Cadmus têm endereçado demandas empresariais em áreas como:

Integração não intrusiva com back office, legado e sistemas de terceiros

Automação de processos elimina o desgaste e os riscos de se operar vários sistemas paralelos – a redigitação ou o “Crtl+C; Alt+tab; Crtl+V” entre várias telas, que ainda faz parte da rotina improdutiva. Tecnicamente, a integração por Automação de processos prescinde de intervenções discretas em cada sistema, o que simplifica os projetos e a gestão dos processos em alto nível, sem depender de complexos serviços de TI a cada extensão ou mudança.

Otimização de tempo, recursos e performance em atividades críticas

Profissionais de força de vendas, serviços em campo e outras atividades fundamentais são liberados de tarefas acessórias. Além de liberar tempo, a Automação de processos instrumentaliza as pessoas para trabalhar com foco em sua atividade-fim, com facilidades para otimizar o seu próprio trabalho.

Valorização e foco nos talentos

Mais do que as questões financeiras, manter um headcount pesado apenas para apoio operacional gera ruídos e ineficiências que vão de encontro aos objetivos da Transformação Ágil. A Automação de processos agrega agilidade, autonomia e engajamento para as pessoas que fazem diferença para o negócio e o cliente.

Mapeamento e otimização dos processos

Antes de automatizar, um assessment e uma análise dos processos permite identificar redundâncias, anacronismos e outros custos ocultos.

Automação de processos transversais

A nova geração de clientes não quer saber de organogramas e alçadas, e, como consequência, a Transformação Ágil passa por dinamizar os workflows e a colaboração entre as áreas.

Indicadores e aprendizado para melhorias contínuas

Com metodologias de acompanhamento de performance, UX (experiência do usuários) e ferramentas de machine learning, os processos podem ser ajustados ou atualizados a cada descoberta ou mudança de cenário.

Habilitação de autosserviço e chatbot para questões recorrentes

À medida que procedimentos repetitivos (por exemplo, chamadas ao service desk para reset de senha) passam a fluir de forma automática entre o front end e o back office, a Automação de processos simplifica a entrega de funcionalidades às aplicações de autosserviço e a chatbots, facilmente programáveis para reconhecer e resolver as questões mais comuns.